GPS


GPS em inglês é a abreviatura de Global Positioning System e compreende um sistema de localização composto basicamente por 24 satélites orbitando a Terra a uma altitude de mais ou menos 20.000 Km e com um período de rotação de 12 horas. Cada satélite transmite constantemente um conjunto de informações complexas para a superfície da Terra. As órbitas são planejadas de forma que no mínimo 6 dos 24 satélites estejam acima do horizonte para qualquer ponto do Globo.


 
Foto ilustrativa, com escala alterada.

Um receptor localizado em qualquer parte da superfície ou da atmosfera terrestre pode através da recepção e do análise destas informações determinar sua exata posição, traduzida convencional e inicialmente em coordenadas geográficas de latitude e longitude, complementadas com o valor de velocidade, altitude e hora. O sistema funciona 24 horas por dia, em qualquer parte do planeta e sob qualquer condição atmosférica, traduzindo-se atualmente no melhor e mais preciso sistema de navegação e orientação geográfica em utilização pelo homem.
A hora registrada pelos receptores GPS é sincronizada com o relógio atômico dos satélites, cujos têm uma precisão de 3 nano segundos, fornecendo a seus usuários a referência de tempo mais precisa disponível ao cidadão comum na atualidade.
Existem receptores adequados as mais variadas aplicações, variando seu tipo, tamanho, precisão, etc. 

O sistema GPS foi desenvolvido para suprir as necessidades operacionais do Departamento de Defesa dos Estados Unidos da América. 
É também o Departamento de Defesa que mantém a estação de controle mestre do sistema, situada em Colorado Springs (EUA) com 5 estações de monitoramento e três antenas de solo, localizadas ao redor do mundo. As estações de monitoramento rastreiam todos os satélites GPS visíveis e coletam informações sobre a distância das transmissões de rádio feitas pelo satélite. As estações de monitoramento enviam as informações coletadas de cada um dos satélites de volta para a estação de controle mestre, que calcula com extrema precisão a órbita dos satélites. As informações são então formatadas e enviadas como mensagens de navegação atualizadas para cada um dos satélites. As mensagens de navegação atualizadas são enviadas para cada satélite através das antenas de solo, que ainda transmitem e recebem o controle do satélite e sinais de monitoramento. 

    


Satélite GPS do Bloco II

O primeiro satélite foi lançado em 1978. Os primeiros 10 satélites foram experimentais, chamados de Bloco I. De 1989 a 1993 mais 23 satélites do chamado Bloco II foram produzidos e lançados, terminando com o lançamento do último da série em 1994. Outros satélites foram lançados para reposição e manutenção nos últimos anos.




Voltar à página anterior