Sulcom Megaútil | Ajuda | Sulcom Ltda
  A B C D E F G H I J K L M N
    O P Q R S T U V W X Y Z
E Ou  
Glossário de termos cartográficos e de navegação - Megaútil - Sulcom Ltda

   Glossário de termos cartográficos e de navegação

 

ABNT

Associação Brasileira de Normas Técnicas.

Fórum Nacional de Normalização, reconhecida como uma entidade de Utilidade Pública pela Lei nº 4150, de novembro de 1962.

Acelerador de placa gráfica

Circuito de apoio ao microprocessador e à placa do monitor de um computador, otimizando para executar a apresentação de imagens na tela.

Aeromagnetômetro

Sensor destinado a medir a intensidade do campo magnético terrestre

Aerotriangulação

Ver fototriangulação

Afloramento

Qualquer exposição de camada, veio ou rocha na superfície do terreno. Em cartas topográficas e de escala maior, tem representação gráfica geralmente artística.

Afluente

Curso d'água, cujo volume ou descarga contribui para aumentar outro, no qual desemboca.

Afundamento

Depressão produzida pela movimentação tectônica das camadas, que pode dar origem a inclinais, grabens (fossas tectônicas) ou depressões de ângulo de falha, onde geralmente se instala os cursos d'água.

Agente de erosão

O que contribui para o desenvolvimento

Agente do modelado

O que contribui para a modificação da paisagem física

Agrupamento de mapas

Conjunto de mapas geralmente sobre um mesmo tema, impressos numa única folha.

Algoritmo

Em programação, conjunto de operações necessárias à solução de um problema.

Altimetria

Processo de medição de elevação de pontos da superfície. Diz-se do conjunto formado pelas curvas de uma carta ou mapa.

Altímetro barométrico

Barolatímetro.

Instrumento que indica valores de altitude ou diferenças de altitude entre pontos.

Altitude

Distância vertical a partir de um datum, geralmente o nível médio do mar, até um ponto ou objeto da superfície da Terra. Não confundir com altura, ou elevação, que se referem a pontos ou objetos acima da superfície terrestre.

Altura ortométrica

Altitude ou altura preliminar à qual foi aplicada a correção ortométrica. Esta correção visa não paralelismo existente entre diferenças de nível, tomadas em altitude ou alturas diferentes.

Altura geoidal

Ondulação do geóide.

Distância do Geóide ou elipsóide de referência.

Antena receptora

É o dispositivo que recebe sinais emitidos por satélites artificiais do sistema GPS.

Aplicativo

Termo usado para um programa de computador (software), criado para atender as necessidades específicas de um determinado usuário.

Apoio básico

Implantação e medição em campo, de pontos de controle horizontal e vertical, transportados da rede oficial.

São marcos permanentes, necessários à determinação do apoio suplementar.

Apoio de campo

Controle de campo ou controle terrestre.

Apoio geodésico

Controle geodésico.

Sistema de estações de controle horizontal ou vertical, estabelecido e compensado através de métodos geodésicos. Usa um elipsóide de referência e leva em consideração forma e tamanho da Terra.

Apoio planimétrico

Rede de pontos referida a um datum horizontal comum. Controla posições de detalhes cartográficos num plano cartesiano (X,Y). Inclui pontos do apoio básico e do apoio suplementar.

Apoio suplementar

Pontos estabelecidos por levantamentos geodésicos para controle de fotografias aéreas usadas num mapeamento.

Arquivo ASCII

Arquivo cujas informações estão codificadas de acordo com a tabela ASCII.

Arquivo magnético

Arquivo de informações gerado ou gravado em dispositivos como disquetes, fitas magnéticas e discos rígidos.

Arquivo vetorial

Arquivo gráfico cujas informações estão armazenadas sob a forma vetorial, ou seja, por coordenadas formando pontos, linhas e polígonos.

Arquivo vetorial escalado

Arquivo gráfico cujas informações tiveram suas dimensões alteradas (ampliadas ou reduzidas) por um fator de escala.

ASCII

American Standart Code for Information Interchange. Tabela de códigos de oito bits estabelecida pelo American National Standart Institute (ANSI), para todos os caracteres do teclado do computador. Define um padrão para equipamentos de computação.

Atributo

Tipo de dado não gráfico que descreve as entidades representadas por elementos gráficos. Termo usado para referenciar todos os tipos de dados não gráficos e, normalmente alfanuméricos, ligados a um mapa.

Azimute

Distância angular, medida sobre o horizonte, variando de 0º a 360º, a partir do norte por leste (Azimute topográfico) ou a partir do sul por oeste (Azimute astronômico).

Banco de dados

Conjunto de dados organizado de maneira lógica, ou seja, numa seqüência que permite acesso rápido e simples.

Banco de dados hierárquico

Arquivo onde a informação é armazenada de forma tabular, obedecendo a ordem e prioridade determinadas.

Banco de dados relacional

Série de arquivos ou tabelas que podem ser conectadas ou inter-relacionadas através de um item ou informação comum a dois ou mais desses arquivos.

Banda

Um dos níveis de uma imagem multiespectral, representado por valores refletidos por valores refletidos de luz ou calor de uma faixa específica do espectro eletromagnético.

Barômetro

Instrumento destinado à medição da pressão atmosférica.

Batimetria

Ciência para determinação e representação gráfica do relevo de fundo de áreas submersas (mares, lagos, rios).

Bússola

Instrumento que contém agulha magnética, móvel em torno de um eixo que passa pelo seu centro de gravidade, montada em caixa com limbo graduado e usado para orientação.

CAD

Desenho assistido ou auxiliado por computador. Abrange os programas com funções capazes de criar e ou modificar desenhos vetoriais.

Cadastro

Inventário ou levantamento de todos os bens e posses de uma determinada área, com município, Estado, País e destinado à determinação rigorosa do parcelamento da propriedade territorial e do uso do solo. Pode também abranger informações sócio-economicas.

Cadastro de logradouro

É o levantamento e codificação de todas as vias públicas além da infra-estrutura dos logradouros por face de quadra.

Cadastro de redes

Levantamento das linhas de distribuição de energia, água e esgoto e telefonia, com a localização de pontos notáveis como caixas de distribuição, caixas de inspeção e postes.

Câmara digital

Câmara destinada à produção de fotografias para fins cartográficas cujo registro da imagem é efetuado de maneira binária em meio magnético, gerando imagens digitais (raster).

Captura de tela

Armazenamento de uma imagem de tela do computador em disco, no formato de texto ou de arquivo gráfico para uso dos processadores de texto, programas de editoração eletrônica, etc.

Carta classe A

Carta com Padrão de Exatidão Cartográfica (PEC) planimétrico igual a 0,5 mm na escala da carta, sendo de 0,3 mm o erro padrão correspondente e PEC altimétrico igual a metade da eqüidistância entre as curvas de nível sendo um terço desta eqüidistância o erro-padrão correspondente.

Carta de declividade

Carta que representa declividade (gradientes)do terreno. A declividade é expressa geralmente em porcentagem ou pelo valor da tangente do ângulo de inclinação.

Carta imagem

Carta ou mapa obtido através da correção geométrica de uma imagem de satélite.

Carta índice

Cartas esquemáticas que mostram limites e nomenclaturas de cartas elaboradas e impressas por uma determinada instituição até certa data.

Cartografia

1 - Ramo da ciência que trata da elaboração de mapas, proporciona subsídios para a análise e interpretação de mapas, tabelas e outros recursos gráficos.

2 - Conjunto de operações científicas, artísticas e técnicas produzidas a partir de resultados de observações diretas ou de exposições de documentos.

Cartografia Analógica

Cartografia convencional.

Conjunto de estudos e técnicas para elaboração de cartas através do uso de aparelhos traçadores analógicos cujos produtos são armazenados em papel.

Cartografia náutica

Elaboração e preparação de cartas que representam, entre outros aspectos, profundidades e natureza da superfície marinha.

Cartografia numérica

Processo de confecção de mapas ou cartas através de computadores e/ou dispositivos computadorizados.

Chave de acesso

Campo usado para relacionar elementos da base de dados gráfica às informações alfanuméricas contidas num banco de dados.

Clock

Dispositivo que sincroniza o tempo do computador nas atividades de processamento

Cobertura aerofotogramétrica

Conjunto de fotografias aéreas necessário para a elaboração de estudos ou mapeamento de determinada área.

Códigos topológicos

Códigos que definem a localização de um elemento de dado no espaço com relação a outro, mas sem se referir às distâncias reais. Códigos topológicos podem ser usados para relacionamentos tais como pontos de conetividade, redes, vizinhança de polígonos e adjacência de áreas. Para que um texto esteja topológicamente relacionado a uma entidade gráfica, uma conexão lógica explícita entre o texto e a entidade deve estar contida no registro de dados.

Coeficiente de deformação

Fator de escala.

Proporção entre determinada grandeza medida em um mapa e sua homóloga na superfície de referência.

COGO

Coordinate Geometry.

Sistema utilizado para se entrar com dados de distâncias e visadas de pontos de referência para calcular a localização de outros pontos.

Colimação

1 - Observação de um ponto de mira por meio de instrumento próprio. Ajuste das marcas de fé na câmara, a fim de ser definido o ponto principal.

2 - Ajuste das marcas de fé na câmara, a fim de ser definido o ponto principal.

Computador analógico

Um dispositivo para cálculos no qual as magnitudes são determinadas pela medição em escalas e não pela contagem digital. Ex.: régua de cálculo.

Computador digital

Máquina de calcular em que as operações matemáticas são desempenhadas pela contagem individual de cada dígito.

Configuração de computador

Conjunto de instruções lógicas que indicam condições e formas usadas por um arquivo no armazenamento de suas informações.

Configuração de equipamento

Conjunto de instruções (físicas ou lógicas), necessárias ao perfeito funcionamento de um equipamento quando comandado por um computador ou conectado a um sistema de processamento de dados eletrônico. Ex. mapeamento assistido ou auxiliado por computador.

Conjunto de vetores

Conjunto de linhas cujos pontos definidores estão codificados e fazem parte de um arquivo magnético.

Convenções cartográficas

Legenda.

Parte de uma carta ou mapa que contém o significado de todos os símbolos, cores e traços utilizados na representação do desenho cartográfico.

Conversão de dados

Parte de uma carta ou mapa que contém o significado de todos os símbolos, cores e traços utilizados na representação do desenho cartográfico.

Coordenadas

Valores lineares e/ou angulares que indicam a posição ocupada por um ponto num sistema de referência qualquer.

Coordenadas cartesianas

Sistemas de coordenadas na qual a localização de pontos no espaço é expressa em referência a três planos, chamados planos de coordenadas (X,Y e Z), perpendiculares entre si.

Copiões

Cópias preliminares de arquivos digitais, em papel sulfite, feitas através de plotter, para conferir as informações trabalhadas.

Co-processador aritmético

Chip de apoio ao microprocessador (CPU) de um computador. Realiza cálculos matemáticos (operações de ponto flutuante) em velocidades até 100 vezes maiores que as de um microprocessador isolado.

Cor

Impressão produzida no órgão visual humano pelos raios da luz decomposta, que contrapõe o branco, que é a síntese de todas as cores, e o negro, que é a cor; matéria corante que se aplica em tintas. O mesmo que pigmento.

Cor básica

A primeira cor impressa de um mapa policrômico, à qual se sucedem as demais cores representadas.

Corda

Segmento de uma secante a uma curva, ou a uma superfície, compreendido entre dois pontos de interseção.

Cor de impressão

Cor da tinta utilizada para transportar a imagem impressora para uma superfície de impressão

Cota

Número que exprime a altitude de um ponto em relação a uma superfície de nível de referência.

Cota de curva

Valor numérico aposto numa curva de nível, a fim de indicar a sua altitude relativa a um datum, geralmente o nível médio do mar.

Cursor

Símbolo que se movimenta na tela do computador através dos comandos de um teclado ou de um mouse, de forma a indicar e selecionar comandos, opções,etc.

Curvas de nível

Linhas e curvas representadas numa carta ou mapa, que unem pontos de mesma elevação e que se destinam a retratar a forma do relevo.

Dado

1 - Qualquer grandeza numérica ou geométrica, ou conjunto de tais quantidades, que pode servir como referência ou base para cálculo de outras grandezas.

2 - Representação de fatos, conceitos e instruções apropriadas para o processamento por meios humanos ou automáticos.

Dados analógicos

Dados armazenados em um meio não magnético. Ex.: em papel

Dados binários

Dados codificados e armazenados através da combinação (seqüencial) de dois dígitos (binário), o 0 e o 1.

Dados de camada

Dados com características similares contidos num mesmo plano ou nível (rodovias, rios). Normalmente, as informações contidas numa camada de dados estão relacionadas e são desenhadas para serem usadas com outras camadas.

Dados vetoriais

Conjunto de vetores que permitem formar pontos, linhas ou linhas fechadas (poligonais).

Datum

Superfície de referência para controle horizontal (X,Y) e vertical (Z) de pontos.

Datum altimétrico

Destinado ao posicionamento altimétrico de pontos sobre a superfície terrestre. É materializado por um ponto fixo, cuja altitude sobre o nível do mar é conhecida. Usualmente utiliza-se o nível médio dos mares como altitude zero.

Datum geodésico

Destinado ao posicionamento planimétrico de pontos sobre a superfície terrestre. É definido:

- uma origem fisicamente materializada (marca de origem);

- as coordenadas geográficas do marco de origem;

- um modelo matemático de simulação da superfície terrestre (elipsóide);

- a altura geoidal do ponto de partida;

- a orientação do modelo matemático (azimute de partida).

Diapositivos

Fotografias positivas copiadas em material transparente.

Digitalização

Processo de captura de informações através do uso de mesas digitalizadoras.

Display

Dispositivo de representação visual como monitor do computador.

Distanciômetro

Equipamento eletrônico usado em levantamentos topográficos ou geodésicos para determinação de distâncias.

Drive ótico

Dispositivo de leitura e gravação de informações que opera por processos óticos onde a gravação segue um padrão semelhante aos Compact Discs (CDs) musicais.

DTM

Digital Terrain Model. Modelo Digital do Terreno.

Representação digital da superfície terrestre, através de uma malha de elevação ou lista de coordenadas tridimensionais; Muito freqüentemente usado como sinônimo de DEM (Digital Elevation Model).

Editoração eletrônica

Uso de microcomputadores para gerar textos e gráficos de alta qualidade tipográfica.

Elevação

Ponto elevado da altura dos astros acima do horizonte.

Efeito doppler

Mudança aparente na freqüência da energia radiante quando a distância entre o emissor e o receptor está sendo modificada.

EIA e RIMA

Siglas para designar Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto ao Meio Ambiente.

Elipsóide

1 - Figura matemática muito próxima do geóide na forma e no tamanho, utilizada como superfície terrestre de referência nos cálculos dos levantamentos geodésicos.

2 - Sólido geométrico obtido pela rotação de uma elipse sobre um de seus eixos. No caso cartográfico, utiliza-se como geratriz o eixo de rotação terrestre.

EMFA

Estado Maior das Forças Armadas.

Órgão federal com o poder de controlar, fiscalizar e autorizar a execução de todo e qualquer serviço de aerolevantamento no Brasil.

Entidades gráficas

Elementos gráficos como linhas, círculos, símbolos, etc.

Escala Gráfica

Graduada em partes iguais, que indica a relação das dimensões ou distâncias marcadas sobre um plano com as dimensões ou distâncias reais; escala de um mapa, escala de um gráfico estatístico.

Estação de poligonação

Pontos materializados em geral por marcos de concreto no terreno. Fazem parte da poligonal de controle que foi ou será levantada.

Estereograma

Par de fotografias ou fotogramas que possibilita visualização em três dimensões, através de princípios de estereoscópia.

Expansividade Higroscópia

Alteração das dimensões de um determinado material em função das variações da umidade ambiente.

Feição

Um objeto ou aspecto da superfície da Terra.

Feições Artificiais

Características artificiais da superfície terrestre, ou seja, tudo aquilo que foi criado e modificado pelo homem como estradas, cidades, barragens, edificações, áreas cultivadas, etc.

Feições Naturais

São as características naturais da superfície terrestre como rios, lagos, morros, montanhas, matas e florestas nativas.

Formato padronizados

Dimensões padronizadas pela norma NBR 10068 (NB 1087) da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), para folhas de papel :

A0 = 1188 x 840mm;

A1 = 840 x 594mm;

A2 = 594 x 420mm;

A3 = 420 x 297mm;

A4 = 297 X 210mm.

Formato de Arquivo

Forma como um arquivo se apresenta, ou seja, modo como as informações gráficas e de textos são organizadas e armazenadas no disco.

Fotografia Aérea

Fotografia obtida por sensores a bordo de aeronaves.

Fotograma

Qualquer fotografia obtida por uma câmara fotogramétrica.

Fotogrametria

1 - Ciência da elaboração de cartas, mediante fotografias aéreas, utilizando-se aparelhos e métodos estereoscópicos. O mesmo que Aerofogrametria.

2 - Técnica de determinação das curvas de nível, nos levantamentos cartográficos, por meio de pares de fotografias.

Fotoíndice

Conjunto de fotografias aéreas, superpostas pelos detalhes que lhes são comuns, reduzido fotograficamente. Permite visualizar o conjunto fotografado e identificar fotografias e faixas de vôo pelos seus códigos.

Fotoplotter

Dispositivo plotador de gráficos, no caso imagens sobre papel sensível, ou filme.

Fototriangulação

Processo da extensão do controle horizontal ou vertical, por meio do qual as medições de ângulo ou de distâncias em fotografias estereoscópica têm relação com uma solução espacial, usando-se os princípios da perspectiva das fotografias. Este processo implica, em geral, no uso de fotografias aéreas, recebendo a denominação de aerocaminhamento.

Função proximidade

Função de CADs que analisa coordenadas de um ponto inserido em um desenho. Pode substituí-las pelas coordenadas formadoras de outro objeto, desde que aquele ponto se encontre dentro de um circuito limite com raio definido pelo usuário.

Fuso UTM

Zona de projeção delimitada por dois meridianos cuja longitude difere de 6 graus e por dois paralelos de latitude 80 graus, Norte e Sul.

Geodésia

1 - Ciência que procura definir e situar as características naturais e físicas de grandes porções da superfície terrestre.

2 - Ciência que busca a detrminação da forma e das dimensões da Terra.

Geodésia tridimensional

A que se caracteriza pela eliminação do uso de superfícies de referência e intermediárias utilizadas nos métodos geodésicos clássicos e modernos, e o emprego de um sistema triortogonal de coordenadas com origem no centro de massa da terra.

Geofísica

Ramo da física experimental que se preocupa em determinar a estrutura, a composição e o desenvolvimento da Terra, inclusive a atmosfera e a hidrosfera.

Geografia

Ciência que estuda a distribuição dos fenômenos físicos, biológicos e humanos na superfície da Terra, as causas dessa distribuição e as relações locais de tais fenômenos.

Geóide

Superfície equipotencial do campo gravimétrico da Terra, coincidindo com o nível médio inalterado do mar, e que se estende por todos os continentes, sem interrupção. A direção da força da aceleração da gravidade é perpendicular ao geóide é a sua superfície de referência para as observações astronômicas e para o nivelamento geodésico.

Geomorfologia

Ciência que estuda as formas de relevo, tendo em vista a origem, da estrutura , natureza das rochas, o clima da região e as diferentes forças endógenas e exógenas que, de modo geral, entram como fatores modificadores do relevo do relevo terrestre.

Geoprocessamento

Conjunto de tecnologias de coleta, tratamento, desenvolvimento e uso de informações georreferenciadas.

Glossário

Dicionário de termos técnicos, científicos, poéticos, etc.

GIS

Geographic Information System.

Sistema de Informação Geográfica. Sistema de computador composto de hardware, software, dados e procedimentos, construído para permitir a captura, gerenciamento, análise, manipulação, modelamento e exibição de dados referenciados geograficamente para solucionar, planejar, gerenciar problemas.

GPS

Global Positioning System - Sistema de Posicionamento Global.

Sistema criado para navegação, utilizando sinais emitidos por satélites artificiais. Suas aplicações incluem navegação e posicionamento no mar, no ar e sobre a superfície terrestre.

Hardware

Conjunto formado pelos equipamentos de processamento de dados e seus componentes como monitor, mouse, mesa digitalizadora, CPU, disco rígido, impressora, plotter, scanner, etc.

Hidrografia

1 - Ciência que se ocupa da medida e descrições das características físicas dos oceanos, mares, lagos, e rios, bem como das suas áreas costeiras contíguas, com a finalidade em geral, de navegação.

2 - Representação cartográfica dos elementos hidrográficos permanentes ou temporários.

Hipermídia

Aplicação de treinamento auxiliado por computador, capaz de associar gráficos, som, monitor e síntese de voz a recursos e técnicas de hipertexto. A seleção de uma palavra ou frase em um hipertexto faz o programa executar um comando que permite acessar outras informações relacionadas. Em um sistema de hipermídia, o mesmo comando permite acessar imagens, sons e até trechos de animação ou monitor.

Hipertexto

Faz o acesso ao texto ou documento para que os leitores possam percorrer caminhos associativos ao longo do documento, seguindo relações preferidas ou criadas por eles mesmos.

HPGL

Hewlett Packard Graphics Language - Linguagem idealizada pela Hewlett-Packard para o armazenamento de imagens gráficas. Foi criada originalmente para ser usada com plotters.

Imagem

Registro permanente em material fotográfico de acidentes naturais, artificiais, objetos e atividades, obtido por sensores como o infravermelho pancromático e o radar de alta resolução.

Imagem de radar

Combinação do processo fotográfico e de técnicas de radar. Impulsos elétricos são emitidos em direções predeterminadas, e os raios refletidos, ou devolvidas, são utilizados para fornecer imagens em tubos de raios catódicos. As imagens são, depois, obtidas da informação exposta nos tubos.

Imagem de satélite

Imagem captada por um sensor a bordo de um satélite artificial, codificada e transmitida para uma estação rastreadora na Terra (imagem raster).

Imagem multiespectral

Imagem de múltiplas bandas, isto é, obtida por vários sensores que detectam a energia em bandas de diferentes comprimentos de onda.

Informação

Conjunto de dados que possuem significado próprio.

Informação georeferenciada

Dados alfanuméricos geograficamente referenciados às informações gráficas de um mapa.

Informática

Ciência do tratamento racional e automático de informação considerando-se esta como base do conhecimento e comunicação.

Inputs

Neologismo para dados de entrada ou, simplesmente, entrada.

Instrução ou comando

Em programação, é a sentença que especifica uma operação e os valores ou posições de seus operandos como a soma de dois números.

Inteligência artificial

Campo da informática que busca aperfeiçoar computadores, dotando-se de características peculiares da inteligência humana, como a capacidade de entender a linguagem natural e simular o raciocínio em condições de incerteza.

Interface

Neologismo para interação ou ligação. Ex. interface cliente-fornecedor e interface com programas e arquivos. Interface é, em informática, um circuito eletrônico que controla a interligação entre dois dispositivos de hardware e os ajuda a trocar dados de maneira confiável.

Interface com o usuário

Características de um programa ou computador que determinam a forma como interage com os usuários.

Interfaceamento

União física ou lógica entre dois dispositivos ou sistemas.

Interferometria

Conjunto de técnicas e processos de medidas da interferência em ondas mecânicas, acústicas e eletromagnéticas. É especialmente importante com as ondas eletromagnéticas visíveis.

Isolinha

1 - Linhas ao longo das quais os valores são mantidos constantes. Ex.:

Isóbatas - curvas de mesma profundidade;

Isoipsas - curvas de mesma altitude;

Isotérma - curvas de mesma temperatura;

Isoieta - curvas de mesma precipitação pluvial.

2 - Linha que representa a interseção do plano de uma fotografia vertical com o plano de uma fotografia oblíqua superposta. Se a fotografia vertical fosse livre de inclinação, a isolinha seria a paralela isométrica da fotografia oblíqua.

Junção de elipsóide

Linha reforçada que, numa carta, separa duas ou mais quadrículas principais, as quais são baseadas em elipsóides diferentes.

Köppen, classificação de

Tipo de classificação climática imaginada por Köppen, baseado nas letras A, B, C, D, E, F, H, S, T, W e a, b, c, d, f, h, k, m, s, w.

Landsat

Um dos programas americanos de imageamento da superfície terrestre por satélites, iniciado pela NASA em meados dos anos 70. Também usado para designar um ou mais satélites do programa (Landsat 4 e 5) e os dados de imagens por eles enviados.

Latitude

Ângulo entre o plano do horizonte e o eixo de rotação da Terra; isto é, de forma simplificada, a distância em graus de um dado ponto da superfície terrestre à linha do Equador. A latitude vai de 0º a 90º tanto para o Norte como para o Sul.

Legenda

Parte de um mapa, situada, geralmente, dentro da moldura, com todos os símbolos e cores convencionais, e suas respectivas explicações.

Levantamento gravimétrico

Determina valores da gravidade em uma série de pontos de uma certa região.

Levantamento topográfico

Levantamento cujo objetivo principal é a determinação do relevo da superfície terrestre e a localização dos acidentes naturais e artificiais dessa superfície.

LIS

Land Information System.

Sistema baseado no mesmo princípio do GIS, diferindo deste pelo fato do LIS abordar o mapeamento de fronteiras legais, propriedades, etc.

Longitude

Ângulo entre o plano de um meridiano qualquer e o plano do Meridiano de Greenwich, isto é, de forma mais simplificada, a distância em graus de um dado ponto da superfície terrestre ao Meridiano de origem (Greenwich). A Longitude vai de 0º a 180º para o Leste e para o Oeste

Macrocomando

Seqüência de comandos de um determinado software que, combinados, realizam operações, monótonas e repetitivas.

Mainframe

Neologismo utilizado para designar grandes computadores, grandes CPUs, com alta velocidade de processamento e capacidade de armazenamento.

Mapa base

Dado mapeado que serve de base para o geoprocessamento. Em alguns casos essa base raramente muda (ex. região censitária). Em outros casos a informação requer freqüentemente manutenção (ex. cadastro de propriedades).

Mapa de bits (bitmap)

Representação de imagem armazenada na memória do computador, onde cada elemento (pixel) da imagem é representado por um padrão (conjunto) de bits.

Mapa ou Carta

Representação gráfica analógica ou digital, geralmente em uma superfície plana e em determinada escala, das características naturais e artificiais da superfície ou da sub-superfície terrestre. Os acidentes são representados dentro da mais rigorosa localização possível, relacionados em geral, há um sistema de referência coordenadas.

Mapa digital

Mapa produzido e armazenado em meio magnético.

Mapa temático

Mapa relacionado a um determinado tópico, tema ou assunto em estudo. Mapas temáticos ou mapas-síntese enfatizam tópicos, tal como vegetação, geologia ou cadastro de propriedade.

Mapeamento sistemático nacional

Elaboração e preparação de cartas ou mapas do território nacional, em escalas e fins diversos, segundo normas e padrões pré-estabelecidos por entidades cartográficas. Atualmente está composto pelas Cartas do Mundo ao Milonésimo (escala 1:1.000.000), e cartas nas escalas 1:500.000, 1:250.000, 1:100.000 (parcial), 1:50.000 (parcial) e 1:25.000 (parcial).

Mapoteca analógica

Conjunto de cartas, mapas e documentos cartográficos registrados em papel.

Mapoteca analógica

Conjunto de cartas, mapas e documentos cartográficos registrados em papel.

Memória em disco

Espaço disponível em disco (magnético ou ótico) para armazenamento de informações.

Memória RAM

Random Access Memory

Memória de acesso aleatório ou direto. Memória interna do computador, onde são armazenados, temporariamente, programas de dados. O acesso é direto porque independe da localização dos dados na memória. É medida em bytes.

Menus

Listas horizontais ou verticais dos comandos ou opções de um programa de computador.

Mercator, Gerhard Kremer

Matemático e cartógrafo flamengo, autor da projeção que tem o seu nome. É denominado o Pai da Cartografia Moderna.

Meridiano central do fuso

Longitude de origem de cada fuso da projeção UTM.

Meridianos

Círculos máximos que cortam a Terra em duas partes idênticas, de pólo a pólo. Todas as linhas de meridianos entrecruzam-se nos pólos. Convencionalmente, no Congresso Internacional de Cartografia de Londres em 1985, resolveu-se adotar, como meridiano origem, o que passa sobre o Observatório de Greenwich. Todos os meridianos possuem a mesma extensão - 40.036 km.

Mesa Digitalizadora

Mesa dotada de uma malha eletrônica e um cursor para entrada de informações, que utiliza caracteres numéricos para representar dados contínuos.

Mnemônico

Palavra ou comando expresso de maneira simbólica ou abreviada.

Modelado

Aspecto do relevo, resultante do trabalho realizado pelos agentes erosivos.

Modelos Numéricos ou modelos digitais

Modelos formalizados por meio de expressões matemáticas e lógicas. Em Cartografia servem para modelar a superfície do terreno.

Monitor

Dispositivo para saída (visualização) de informações, o mesmo que terminal de vídeo.

Monumento topográfico

O mesmo que marco topográfico. Ponto do terreno materializado ou monumentado por um objetivo de concreto em cuja extremidade encontra-se um disco metálico, gravado com informações sobre o ponto em questão.

Mosaico

Conjunto de fotografias aéreas, superpostas, recortadas artisticamente e montadas pelos detalhes comuns. Permite uma visão contínua da superfície fotografada.

MS-DOS

Sistema operacional monousuário mais usado em micro, desenvolvido pela IBM e pela Microsoft e adotado como padrão.

Multimídia

Apresentação de informações no computador usando recursos gráficos, sonoros, de animação e texto.

Nível de informação ou Layer

Separação ou distinção do conjunto de entidades gráficas de um desenho que guardam uma relação de atributo. Layer.

Nivelamento geométrico

Processo de determinação de altitudes de pontos, que utiliza níveis e miras graduadas.

Nó de uma rede

Ponto de conexão em uma rede local de computadores, capaz de criar, receber e repetir mensagens. Sinônimo de estação de trabalho.

Norma cartográfica brasileira

Denominação genérica atribuída e todo e qualquer documento normativo, integrando a Coletânea Brasileira de Normas Cartográficas (Decreto nº 89.817 de 20 de junho de (1984).

Órbita terrestre

Trajetória descrita por um satélite artificial em seu movimento de translação em torno da Terra.

Orientação

O ângulo horizontal de um determinado ponto medido na direção dos ponteiros do relógio, a partir de um ponto de referência, para um segundo ponto. O mesmo que ângulo de direção. Um mapa se acha orientado quando os símbolos estão paralelos aos acidentes correspondentes do terreno. Um prancheta está orientada quando as linhas relacionam as posições da folha da prancheta são paralelas às linhas que correspondem aos objetos do terreno. Um trânsito de topógrafo está orientado se o círculo horizontal indicar 0º no momento em que a linha de colimão é paralela à direção que apresentava numa posição anterior (inicial) do instrumento, ou uma linha-padrão de referência. Se a linha de referência for o meridiano, o círculo irá apresentar azimutes referidos àquele meridiano. Uma fotografia está orientada quando apresenta corretamente a visão perspectiva do terreno, ou quando as imagens da fotografia aparecem na mesma direção do ponto de observação, como acontece com os símbolos correspondentes do mapa. A orientação fotogramétrica é a repetição dos acidentes naturais do terreno, numa escala em miniatura, pela projeção ótica das fotografias em superposição. O modelo é formado quando todos os raios luminosos correspondentes dos dois projetores se cruzam no espaço.

Orientação absoluta

Fixação de escala, posição e orientação do modelo estereoscópico, repoduzido pela orientação relativa referente às coordenadas do terreno.

Orientação analítica

As fases de cálculo necessárias à determinação da inclinação, da direção da linha principal, da altura do vôo, da preparação dos gabaritos de controle na escala de retificação, dos elementos angulares e dos elementos lineares na preparação das fotografias aéreas para a retificação. Dados desenvolvidos são convertidos em valores, a fim de serem fixados em círculos e escalas do retificador ou do copiador-transformador.

Orientação relativa

Reconstrução das mesmas condições perspectivas entre o par estereoscópico existente no momento em que as respectivas fotografias foram expostas.

Ortofoto digital

Imagem fotográfica obtida através de processos computacionais a partir de uma fotografia em perspectiva, na qual os deslocamentos de imagem devidos à inclinação e ao relevo foram corrigidos matematicamente

Ortofotocarta ou Ortofotomapa

Fotocarta executada mediante a montagem de ortografias. Pode ser completa com um tratamento cartográfico especial, um realce nas margens, separação de cores ou a combinação desses aspectos.

Ortofotografia

Fotografia aérea cuja distorção devida a inclinação, curvatura e relevo é corrigida. Fotografia resultante da transformação de sua original, que é uma perspectiva central (ver definição) do terreno, numa projeção ortogonal sobre um plano (ver definição), complementada por símbolos, linhas e quadrículas, com ou sem legenda, podendo conter informações planialtimétricas ou somente planimétricas.

Ortoprojeção analítica

Processo de retificação, ou seja, eliminação de erros ou defeitos da imagem fotográfica, através de aparelho chamado ortoprojetor. Transforma a projeção central de uma foto aérea em uma projeção ortogonal. É analítica porque é processo comandado por computador.

Padrão de exatidão cartográfica

Indicador estatístico de dispersão, relativo a 90% de probabilidade, que define a exatidão de trabalhos cartográficos.

Paralelos

Círculos da superfície da Terra, paralelos ao plano do Equador. Entre o Equador e cada pólo, têm-se noventa paralelos de um grau cada (cada grau é subdividido em sessenta minutos e cada minuto, em sessenta segundos). Os paralelos diminuem de comprimento à medida que se afastam da origem, linha do Equador (0º), até tornarem-se um ponto nos pólos (90º).

Peopleware

Pessoas especialistas em determinados processos computacionais

Perfil

Representação gráfica de um corte da superfície do terreno.

Periféricos

Equipamentos ou componentes não integrantes do computador central (CPU), controlados e conectados por cabos de comunicação. Ex. mesa digitalizadora, plotter e impressora

Pixels

Abreviatura de "picture elements", elementos formadores das estruturas raster, definidos por linhas verticais e horizontais espaçadas regularmente.

Planialtimetria

Ver planimetria e altimetria.

Planimetria

Processo de medição horizontal, ou seja, medição de todas as características do terreno, exceto o relevo.

Planta cadastral imobiliária digital

Representação planimétrica, destinada a fornecer informações detalhadas dos imóveis de uma cidade. O processo de obtenção dessa representação é todo computacional.

Plataforma de hardware

Padrão de hardware no qual é possível planejar, implementar e desenvolver aplicações.

Plotter eletrostático

Traçador de gráficos que opera pelos princípios básicos da eletricidade estática, ou seja, o desenho fixa-se no papel aproveitando a propriedade de atração entre cargas opostas do papel e da tinta.

Poligonal

Seqüência de comprimentos e direções de linhas entre pontos do terreno, conseguidos através de medições de campo, e que tem por finalidade a determinação das posições dos pontos. Uma poligonação pode determinar as posições relativas dos pontos que os une, em série e, se amarrados às relações de controle num datum escolhido, as posições podem ser referidas a esse datum.

Pontos de controle

Pontos topográficos ou geodésicos, identificados numa fotografia e usados para verificar e correlacionar todas as demais informações nela contidas.

Portabilidade

Facilidade de reprogramação de uma aplicação para que esta possa ser executada em outro tipo de computador.

Posicionamento diferencial de grande precisão

Método de determinação da posição de pontos, com uso de rastreamento de satélites GPS, no qual as coordenadas de um ponto são obtidas pela diferença de coordenadas existente entre o mesmo e outro cuja posição é conhecida, desde que ambos sejam rastreados, simultaneamente.

Precisão

Exatidão dos cálculos ou da gama de valores que expressam uma quantidade.

Primeira ordem

Diz-se de operações geodésicas da mais alta ordem de precisão.

Primitivas gráficas

Elementos gráficos básicos, tais como linhas, círculos e arcos.

Processamento batch

Modo de operação do computador no qual instruções e programas são executados sem referência do usuário.

Projeção

Maneira pela qual a superfície da Terra é representada em superfícies bi-dimensionais, procurando-se minimizar a distorção em área, distância e direção.

Projeção cartográfica

Conjunto de métodos usados na representação da superfície terrestre, segundo o qual cada ponto da Terra corresponde a um ponto da carta e vice-versa.

Projeção cilíndrica

Projeção que se realiza mediante a projeção dos meridianos e paralelos geográficos num cilindro tangente (ou secante) a uma esfera, e após o desenvolvimento deste cilindro num plano.

Projeção conforme

Projeção em que a forma de qualquer área da superfície cartográfica não sofre deformação, e em que todos os ângulos em torno de qualquer ponto são corretamente representados.

Projeção cônica

Projeção resultante da projeção dos meridianos e paralelos geográficos num cone tangente (ou secante)à superfície da esfera, que em decorrência, desenvolve o cone num plano. As projeções cônicas podem ser incluídas no tipo cilíndrico, uma vez que o ápice do cone se acha a uma distância infinita da esfera, e, ao projetar-se num plano tangente, quando esta distância é zero. As projeções cônicas podem ser ilustradas mediante a representação de um cone único, tangente à esfera, ou cortando-a ao longo de dois paralelos.

Projeção cônica conforme de Lambert

Projeção em que todos os meridianos geográficos são representados por linhas retas que se encontram num ponto comum, fora dos limites do mapa, e em que os paralelos geográficos são representados por uma série de arcos de círculos que têm ponto comum como centro. Os meridianos e os paralelos se cruzam em ângulos retos, e os ângulos na Terra são representados corretamente na projeção. Essa projeção pode ter um paralelo-padrão ao longo do qual a escala permanece exata. Em qualquer ponto do mapa a escala é a mesma em qualquer direção. Modifica-se, entretanto, ao longo dos meridianos, porém é imutável ao longo dos paralelos. Quando houver dois paralelos-padrão, a escala entre eles é pequena; acima deles é muito grande.

Projeção de Mercátor

Projeção conforme, do tipo cilíndrica. O equador é representado por uma linha reta em escala verdadeira, e os meridianos geográficos são retas paralelas, perpendiculares às linha representada pelo equador. Os paralelos geográficos são representados por um segundo sistema de retas, perpendiculares às linhas que representam os meridianos, e, portanto, paralelas ao equador. A conformidade é conseguida mediante análise matemática, aumentando-se cada vez mais o espaçamento dos paralelos, a partir do equador, a fim de conformar a escala, que se expande ao longo dos paralelos, resultando em meridianos formados por retas paralelas.

Projeção ortogonal

Processo de redução de uma figura espacial para o plano. Dá-se através da projeção de cada ponto da figura (terreno) perpendicularmente a um plano de referência (planta).

Quadriculado UTM

Sistema de quadriculado cartográfico, baseado na projeção transversa de Mércator, destinado às cartas da superfície terrestre até as latitudes de 84º N e 80º S.

Quarta

Cada uma das 32 divisões da rosa-dos-ventos que são obtidas com a subdivisão ao meio das 16 meias-partidas. Como cada meia-partida vale 22° 30', cada quarta vale 11° 15'. Medidda de superfície equivalente a 37,1 ares; medida de capacidade equivalente a 90,7 I.

Radar

Técnica, ou equipamento, para localizar objetos móveis ou estacionários, medir-lhes a velocidade, determinar-lhes a forma e a natureza que utiliza a emissão de microondas moduladas e a detecção e análise do pulso refletido pelos objetos.

Radar-altímetro

Instrumento que determina a altura de vôo de um avião sobre o terreno (altímetro), através da medida de intervalos de tempo entre a emissão e a devolução de impulsos eletromagnéticos (radar).

Raster, Imagem Raster

Imagem raster. Informações não simbolizadas por equações matemáticas e sim por células ou pixels.

Reambulação

Processo de verificação e identificação, em campo, de detalhes fotográficos que não puderam ser interpretados na restituição (nomes de ruas e prédios públicos, detalhes encobertos por sombras).

Rede de computadores

Conjunto de computadores conectados entre si. Integram funções de hardware e software. Toda comunicação de dados é normalmente supervisionada por um computador central. Pode ser local ou remota, homogênea ou heterogênea.

Rede geodésica nacional

Rede de pontos levantados e monumentados sobre a superfície terrestre. A localização destes pontos é estabelecida segundo padrões nacionais de precisão. Os pontos estão ligados entre si e referem-se a um mesmo datum geodésico, formando uma malha de pontos que se estendem por todo o país. O mesmo do que rede de triangulação ou rede de poligonação.

Rede homogênea (ponta a ponta)

Rede local não equipada com servidor de arquivos central, na qual todos os computadores têm acesso aos arquivos públicos de todas as outras estações de trabalho.

Rede local

Equipamento de informática interconectados numa determinada região geográfica.

Rede remota

Rede de computadores que usa redes de comunicação de longa distância e alta velocidade (geralmente satélites) para interligar computadores geograficamente separados.

Regeneração

Função de CADs que restaura informações armazenadas na tela.

Registros alfanuméricos

Conjunto de informações formado por caracteres alfabéticos, numéricos ou caracteres especiais.

Resolução de imagem

Tamanho mínimo de detalhe que pode ser detectado na imagem.

Resolução de tela ou resolução

Medida normalmente expressa em pontos por polegada (dpi - dots per inch). Define a nitidez horizontal e vertical das imagens geradas por um dispositivo de saída, com um monitor, um a impressora laser ou um plotter. Nos monitores, a resolução corresponde ao número de pixels exibidos na tela.

Resolução do sistema de lentes (de câmara fotográfica)

Capacidade que esse sistema possui de discriminar entre dois objetos bem definidos, ou seja, capacidade de mostrar detalhes, muito próximos entre si.

Resolução espacial

Capacidade que o filme fotográfico, em combinação com o sistema de lentes e os filtros utilizados por uma câmara, tem de registrar diferentes pormenores do terreno.

Resolução radiométrica ou Espectral

Medida da largura das faixas espectrais e da sensibilidade do sistema sensor (a bordo de um satélite) que distingue entre dois níveis de intensidade do sinal de retorno. Ex. resolução de 30m.

Restituição digital ou numérica

Elaboração de cartas ou mapas, com registro em meio magnético, a partir de fotografias aéreas e de dados de controle geodésico.

Restituidor analítico

Instrumento destinado à restituição de uma carta ou à restituição de uma carta ou à obtenção de soluções espaciais pela observação de modelos estereoscópicos, que se dá por processos inteiramente computadorizados. As fases de orientação do aparelho são comandadas totalmente pelo computador.

Restituidor semi-analítico

A sua finalidade é a mesma de um restituidor analítico. O aparelho possui um jogo de réguas de precisão para transmitir coordenadas para o computador. As fases de orientação são comandadas pelo operador de restituição.

RIMA

Ver EIA

RISC

Reduced instruction set computer.

Processador que reduz a um mínimo o número de instruções que ele pode executar, garantindo aumento significativo na velocidade de processamento. O objetivo é priorizar as instruções usadas com mais freqüência e otimizá-las, tornando-as tão rápidas quando possível. Indicado para executar aplicações gráficas e de multimídia que envolvem grandes velocidades de processamento e agilidade ao cálculo de operações com o ponto flutuante.

Roteamento

Sistema de rotas ou trajetos ideais entre pontos de uma carta. Ex.: os caminhos seguidos pelos caminhões de coleta de lixo de uma cidade

Roteiro de vértices

Itinerário detalhado da posição de pontos horizontes e verticais do terreno, determinados geodesicamente.

RN - Referência de nível

1 - Ponto de controle vertical, estabelecido num marco de caráter permanente, natural ou artificial, cuja altitude foi determinada acima ou abaixo de um datum. É em geral, construído com o nome, o número de RN, a altitude e o nome do órgão responsável.

2 - Materialização no terreno da altitude de pontos, por meio de placas de bronze, de forma circular, chumbadas em blocos de concreto.

Satélites artificiais

Dispositivos lançados no espaço que orbitam ao redor da Terra e transmitem informações diversas (ambientais, meteorológicas, de posicionamento).

Scanner

Dispositivo ótico de varredura, que captura imagens e as transfere para um computador no formato raster.

Semiografia

Representação por símbolos e sinais.

Semiologia

Ciência que estuda os sinais ou símbolos, ou sistema de sinais, utilizados na comunicação por sinais.

Semiologia gráfica

Estudo dos símbolos gráficos, suas propriedades e suas relações com os elementos da informação que eles revelam.

Sensitometria

Ramo da ciência fotográfica que trata da determinação e da definição de características de materiais sensíveis, como velocidade de exposição, contraste, etc.

Sensor

1 - Recurso técnico destinado a aumentar os sentidos naturais do homem. Ex.: a bússola, a lente, o termômetro, o auto-falante etc.

2 - Dispositivo ou aparelho sensorial que capta e registra, sob a forma de imagem, a energia refletida ou emitida pela configuração do terreno, objetos e acontecimentos, incluindo os acidentes artificiais e os fenômenos físicos, incluindo os acidentes artificiais e os fenômenos físicos, bem como as atividades do homem. A energia pode ser nuclear, eletromagnética (com inclusão das partes visíveis e invisíveis do espectro), químico, biológica, térmica, mecânica, e, ainda, os ventos, os sonos e a vibração da terra.

Sensoriamento remoto

Detecção e/ou identificação de um objeto sem que se tenha um sensor em contato direto com um objeto. Inclui análises por satélite e fotos aéreas. Registro da energia refletida ou emitida por objetos ou elementos da superfície terrestre ou de outros astros, por sensores localizados a grandes distâncias (geralmente no espaço).

Série

Conjunto de folhas de um formato uniforme e na mesma escala com título e índice de referência, cobrindo uma região, um estado, um país, um continente ou um globo terrestre. Em geral usa-se abreviadamente, série.

Servidor

Computador de folhas de um formato uniforme e na mesma escala com título e índice de referência, cobrindo uma região, um estado, um país um continente ou um globo terrestre. Em geral usa-se abreviadamente, série.

Servidor de arquivos

Computador que disponibiliza área em disco para todos os computadores conectados a uma rede local.

Sistema de triangulação

O plano fundamental ou a rede de estações principais e de estações auxiliares. O plano fundamental é a estrutura do sistema, e é amarrado a diversos pontos, para o estabelecimento prévio de estações de triangulação de ordem igual ou superior.

Sistema de projeção

Correspondência matemática contínua entre os pontos de uma elipsóide de referência e os pontos de um plano (mapa).

Sistema geodésico

Rede de triangulação ou poligonação referida a um mesmo datum geodésico.

Sistema geodésico brasileiro

Conjunto de pontos geodésicos implantados no país, determinados e calculados segundo procedimentos operacionais fixos e modelos geodésicos padrão, previstos em lei.

Sistema geodésico do mundo

Grupo lógico de parâmetros que descrevem o tamanho e a forma da Terra, as posições de uma rede de pontos em relação ao centro de massa da Terra, transformações dos principais datums geodésicos e o principal da Terra (em geral em termos de coeficientes harmônicos).

Sistema multitarefa

Sistema com capacidade de multiprogramação ou de multiprocessamento. Executa de forma concorrente uma tarefa principal e uma ou mais subtarefas.

Sistema multiusuário

Sistema de computadores que permite a mais de um usuário acessar simultaneamente os mesmos programas de dados.

Sistema operacional

Conjunto de programas que gerenciam as funções internas do computador e permitem que o usuário controle sua operação.

Software

Conjunto de componentes lógicos que possibilitam o funcionamento dos componentes físicos do computador. Pode ser: Software básico: composto de programas de controle das funções básicas do computador. Software de aplicação: programas de solução dos problemas específicos dos usuários.

Spline

Função polinomial que suaviza os segmentos de reta de uma linha.

Spot

Sistema de satélites francês, usado para gerar imagens raster da terra.

Taqueômetro

Instrumento topográfico semelhante ao teodolito. Mede rapidamente distâncias, direções e diferenças de nível numa única observação.

Terminal

Dispositivo de entrada e saída, constituído de teclado e monitor, através do qual o usuário se comunica com o computador central de uma rede.

Topografia

1 - Descrição minunciosa de uma localidade; topologia. Arte de representar no papel a configuração duma porção do terreno com todos os acidentes e objetos que se achem à sua superfície.

2 - Configuração da superfície da Terra, incluindo o relevo, a posição dos cursos d'água as estradas, as cidades, etc. O conjunto das características naturais e físicas da Terra. Um acidente simples simples, como uma montanha ou um vale é denominado um acidente topográfico. A topografia é subdivida em hipsografia (os aspectos do relevo), em hidrografia (a água e os detalhes relativos à drenagem), em cultura (a obra do homem) e em vegetação.

3 - A ciência da representação dos aspectos naturais e artificiais de um lugar ou de uma região, especialmente no modo de apresentar as suas posições e altitudes. O termo inclui os campos científicos e técnicos do levantamento, da geodésia, da geofísica, da geografia, das artes gráficas e das atividades afins, até o ponto em que elas são essenciais à realização da cartografia topográficas.

Toponímia

1 - Estudo da origem e significação dos nomes próprios de um lugar.

2 - Relação dos nomes de lugar de um país, estado, região etc.

Topônimo

Nome próprio de um acidente topográfico natural ou artificial.

Transporte de coordenadas

Operação matemática que permite obter coordenadas de um ponto num dado sistema, conhecendo-se as coordenadas de um outro ponto neste mesmo sistema, além do azimute e distância entre eles.

Triangulação

Método de levantamento em que as estações são pontos do terreno, os quais são localizados nos vértices de uma cadeia ou rede de triângulos. Os ângulos são medidos por instrumento, e os lados escolhidos, os quais se dominam bases, cujos compromimentos são conseguidos por medição direta no terreno.

UNIX

Sistema operacional desenvolvido originalmente para aplicações cientificas em grandes computadores, com uso crescente em micros. Permite a execução de várias tarefas simultâneas (sistema multitarefa). Ideal para aplicações multiusuárias.

UTM

Universal Transverse Mercator.

Sistema de coordenadas planas que circulam o globo baseado em 60 zonas de tendência, no sentido norte-sul, cada uma com 16 graus de largura de longitude.

Vetor

Segmento de linha reta, com o tamanho normalmente representado pelos pares de coordenadas dos pontos extremos. Dados vetoriais referem-se a dados em forma tabular com uma dimensão.

Vetorização

Processo de geração de arquivos gráficos com dados vetoriais, utilizando softwares de CAD ou softwares de interpretação de imagens digitais em formato raster (vetorização automática).

Vídeo gráfico

Dispositivo onde as informações gráficas são visualmente representadas ou temporariamente armazenadas.

Workstation

Estação de trabalho.

Conjunto de equipamentos formado por computador, mesa digitalizadora, vídeo gráfico de alta resolução e plotter. É utilizada para criação ou modificação de desenhos.

X - Coordenadas

Distâncias este-oeste, também chamadas abcissas.

Y - Coordenadas

Distâncias norte-sul, também chamadas ordenadas.

Zona de projeção

Região do elipsóide de referênica normalmente representada por um sistema de projeção, de modo que as alterações de projeção, de modo que as alterações de projeção ficam fracas. A superfície pode ser estendida além dos limites normais a fim de assegurar o reconhecimento parcial de outras áreas contíguas.

Zona Fisiográfica

Uma das várias divisões de um País, região ou Estado e que guarda certos caracteres próprios, distintos dos das demais.

Zoom Transfer Scope

Moderno instrumento da Bausch & Lomb para a transferência de informações fotográficas para uma carta, cujas aplicações incluem o planejamento urbano, a geologia, e a ecologia.

BIPM:

Bureau International des Poids et Mesure.The international bureau of

weights and measurements, in Paris. Responsible of the UTC time scale.

BNC:

Bayonet N Connector. A common type of antenna connector.

BRG:

Bearing. The direction to the To waypoint.

CODE PHASE GPS :

GPS measurements based on pseudo random code (C/A or P) as opposed to carrier of that code.

C Code:

The less accurate Civilian GPS Signal. See SA.

CONUS:

Continental United States. An Abbreviation used in a class of Datums.

CTS:

Course To Steer.

Datum:

Map Datum's are the reference system used between the Lat/Longs and

the map being used as a reference. There are hundreds of them, and

you have to tell your GPS unit which one to use. This site, Garmin

and Delorme default to WGS84.

DGPS:

Differential GPS. A local transmitter is used for greater accuracy.

DBR:

Differential Beacon Receiver. Differential Beacon Receivers tune to the United States Coast Guard's high differential correction beacon stations for improved position accuracy. RTCM 104 input signal is supplied to a DGPS unit to correct for SA and Atmospheric errors. The operating frequency range is 285 kilohertz to 325 kilohertz

Dithering:

The introduction of digital noise. This is the process the DOD

uses to add inaccuracy to GPS signals to induce Selective Availability

DTK:

Desired Track. The course between To and From.

EGNOS:

The European WAAS.

EPE:

Estimated Position Error. How much the unit thinks it is off target.

ETA:

Estimated Time of Arrival.

ETE:

Estimated Time Enroute.

Fix:

A position that is Determined by the navigation unit.

FUBAR:

Fouled Up Beyond All Repair.

DOP:

Dilution of Position, errors caused by bad geometry of the Satellites.

GDOP:

Geometric Dilution of Position, see DOP.

GDOP Components

PDOP = Position Dilution of Precision (3-D), sometimes the Spherical DOP.

HDOP = Horizontal Dilution of Precision (Latitude, Longitude).

VDOP = Vertical Dilution of Precision (Height).

TDOP = Time Dilution of Precision (Time).

GLONASS:

The Russian equivalent to the NAVSTAR GPS.

GPS:

Global Positioning System. Usually refers to the USA's NAVSTAR system.

GS:

Ground Speed.

GWEN:

Air Force Ground Wave Emergency Network

Illumination: The signal coming from the GPS Satellites.

ITU:

International Telecommunication Union

LAAS:

Local Area Augmentation System.

LDGPS:

Local Differential GPS. Two or more GPS Receivers are used to create a

local reference to each other.

Map Datum:

What reference map is used in determining the Fixes.

Map Projections: Most people don't think the world is flat anymore, but paper and parchment maps are. To correct for this, a curved surface has to be "projected" onto a flat surface (the map paper). Mercator, Orthographic and Conic are common types of projections.

MCX:

A antenna connector used on some of the newer GPS units.

MOB:

Man Over Board. A button to take an immediate fix, so you can find a lost person.

MOPS:

Minimum Operational Performance Standards.

MSAS:

The Japanese WAAS.

NANU's:

NOTICE ADVISORY TO NAVSTAR USERS (Latest NANUs).

NAD27:

North American Datum 1927. It is broken down into different areas,

from Central America to Greenland. Yes I know Central America is not in

North America, but I don't make this stuff up.

NAD27 CONUS:

North American Datum 1927, Mean Value

NDGPS:

Nationwide Differential GPS, The NDGPS plan calls for the conversion

of a number of U.S. Air Force Ground Wave Emergency Network (GWEN) sites to broadcast DGPS signal. The range is 250 miles.

NEMA:

National Electrical Manufacturers Association

NEMA 0183:

A communication protocol used by GPS units and other types of

navigation and marine electronics.

NSTB:

FAA's National Satellite Test Bed.

NTSB:

National Transportation Safety Board.

OziExplorer:

Scanned map software for use with GPS.

P Code:

Precision Code. The more accurate GPS signal.

RAIM:

Receiver Autonomous Integrity Monitoring (detection of erroneous s

atnav data via comparing multiple navigation solutions).

Rhumb Line:

A straight line on a globe. The shortest distance on a curved

surface. A curve when projected on a flat surface.

RNP:

Required Navigation Performance standards.

RS232:

The electronic voltage and timing interface definition for the

connection of electronic equipment

RTCM:

Radio Technical Commission for Maritime Services, (703) 684-4481,

fax (703) 836-4229, 1800 Diagonal Road, Suite 600, Alexandria VA 22314

SOG:

Speed Over Ground. Marine term to tell you to ignore tidal and

current effects.

SPS:

Standard Positioning Service (civilian GPS).

SA:

Selective Availability (intentional degradation of SPS). , The USA

military can turn off the accuracy of the system. see P code and C code.

SOIT:

FAA's Satellite Operational Implementation Team.

USGS:

U.S. Geological Survey.

UTM:

Universal Transverse Mercator, A type of map projection. The grid

lines you see on a USGS Quads represent a map projection known as

Universal Transverse Mercator (UTM), and are 1000 meters apart. See

map projections

UTC:

Universal Time Coordinated. This is a time scale based on atomic

clocks, by definition cesium clocks.

VMG:

Velocity Made Good.

VOG:

Velocity Over Ground. Same as Ground Speed.

WAAS:

Wide Area Augmentation System. One government agency's attempt to

correct the errors introduced into the signal by another government

agency (The Military)

Waypoint:

A navigation fix. Usually a destination or point of reference.

WGS84:

World Geodetic Survey 1984. A common map datum reference.

It is also the one we use on this site.

WRC:

World Radio Conference, an international conference where standards

and interference issues are discussed.

Vertical do lugar:

direção definida pela tangente da linha de força

do campo de gravidade num ponto considerado, materializada por um

fio de prumo.

Plano Horizontal:

plano perpendicular à direção da gravidade.(*)

Meridiano Geográfico:

Forma genérica de indicar tanto um meridiano

astronômico, quanto um geodésico (isto é: conjunto de pontos de uma

superfície que têm a mesma longitude geográfica, seja a superfície da

Terra ou do Elipsóide de referência).

Elipsóide de Referência ou Elipsóide:

figura matemática bem próxima do

geóide na forma e tamanho, a qual é muito utilizada como superfície de

referência para os levantamentos geodésicos.

Geóide:

superfície equipotencial do campo gravimétrico da Terra,

coincidindo com o nível médio do mar e que se estende por todos os

continentes.

Sistema Ortogonal:

sistema de coordenadas onde os eixos de referência

dão retas perpendiculares.

Meridiano de Origem:

meridiano adotado como origem da medida das Longitudes,

e que passa pelo observatório de Greenwich, Inglaterra. Para estudos da

Geodésia Científica a definição do Meridiano de Origem exige considerações

muito mais aprofundadas e rigorosas.

Altitude Ortométrica:

distância desde um ponto da superfície da Terra até o Geóide contada ao longo da Vertical. As altitudes resultantes dos procedimentos topográficos habituais geralmente são chamadas de altitudes

ortométricas, embora para que o sejam a rigor devem possuir algumas

correções que por razões práticas geralmente não são efetuadas.

Elipsóide de Revolução:

corpo geométrico obtido da rotação de uma elipse ao redor de um de seus eixos. Fica caracterizado pelo comprimento de seu semi-eixo maior (a), pelo achatamento (a), e pela excentricidade (e) de suas elipses meridianas (as que contém o eixo de rotação do elipsóide).

Vértices Geodésicos:

ponto no terreno cuja coordenadas foram determinadas por proessos geodésicos e que foi materializado por um marco.(*)

Elipsóide de Referência Internacional 1967:

elipsóide definido pela Assembléia Geral da Associação Geodésica Internacional que teve lugar em Lucerna, no ano de 1967 e adotado como superfície de referência da rede geodésica do Brasil. Seus parâmetros são: a=6.378160,00m e a=1/298,25.(*)

SAD-69:

datum sul-americano de 1969. Datum adotado para uniformizar a rede geodésica de controle básico continental. A sua origem é a localidade denominada Chuá, no Brasil. O elipsóide adorado é o Elipsóide Internacional 1967.(*)

Hayford de 1910:

elipsóide recomendado na conferência de Madri de 1924.

Seus parâmetros são: a=6,378388,00m e a=1/297 e foi utilizado no Brasil

junto com o ponto Datum de Córrego Alegre até a utilização do Datum atual:

Chuá-SAD 69. Boa parte da cartografia do Brasil aionda existente está

referida ao Datum anterior de Córrego Alegre.

Almanac Data (Dados de Almanaque)

Informações sobre a constelação satélite (incluindo localização e estado dos satélites) que são transmitidas para o seu receptor de

cada satélite GPS. Os dados de almanaque devem ser adquiridos antes

de iniciar a navegação GPS.

Bearing (BRG) (Direção)

A direção da bússola da sua posição para um determinado destino.

Course Made Good (CMG) (Curso Utilizado)

A direção da bússola da posição "active from" (seu ponto de origem)

para o ponto atual

Crosstrack Error(XTK) (Erro de Desvio de Rota)

A distancia que você esta do curso desejado em qualquer direção. Este

campo apresenta uma representação digital da escala CDI.

Course To Steer(CTS) (Curso a seguir)

Desired Track (DTK) (Rota Desejada)

0 curso da bússola entre a origem e os waypoints.

Declinação Magnética (DMG)

Differential GPS (DGPS) (GPS Diferencial)

Uma extensão do sistema GPS que usa os sinais de radio terrestres para

transmitir as correções das posições para os receptores.

Dilution of Position(DOP) (Diluiçãoda posição)

Erros causados pela má geometria dos Satélites

Efemérides

É a posição e velocidade dos satélites no céu. O receptor utiliza o

efemérides para calcular a distância precisa do receptor GPS até o

satélite.

Estimated Position Error(EPE) (Erro estimado de posição)

O quanto a unidade calcula estar fora do rumo.

Estimated Time of Arrival (ETA) (Tempo Estimado de Chegada)

A hora de chegada a um destino na rota e velocidade terrestre atuais.

Estimated Time Enroute (ETE) (Tempo Estimado da Rota)

0 tempo restante até o destino na rota e velocidade atuais.

GLONASS

O equivalente russo do GPS.

Grid (Grade)

0 sistema de coordenadas que projeta a terra sobre uma superfície

plana, usando zonas quadradas para medir as posições. Formatos UTM/UPS

e Maidenhead são sistemas de grade.

Ground Speed(GS) (Velocidade Terrestre)

A velocidade que você esta viajando em relação a posição terrestre.

Illumination (Iluminação)

O sinal enviado pelos satélites GPS

Latitude

É o ângulo vertical formado no centro do Geóide entre os planos do

Equador e a vertical que contém sua posição variando de 0 a 90° Norte

ou de 0 a -90° Sul

Longitude

É o ângulo horizontal formado também no centro do Geóide entre um

meridiano (perpendicular ao Equador) que passa no limbo do telescópio

do Observatório de Greenwich e o meridano (também perpendicular ao

Equador) que passa pela nossa posição. A Longitude varia de 0

(Greenwich) a +180° para Leste ou a -180° para Oeste indo até uma

linha no oceano Pacífico que denominamos antimeridiano de Greenwich.

Navigation (Navegação)

0 processo de viajar de um lugar para outro e saber onde você esta

em relação ao curso desejado.

Position (Posição)

Uma localização exata baseada no sistema de coordenadas geográficas.

Track (TRE) (Rota)

A direção do movimento relativo a uma posição terrestre.

Universal Transverse Mercator (UTM)

Um sistema de coordenadas de grade que projeta as seções globais

sobre uma superfície plana para medir a posição em zonas especificas.

Velocity Made Good (VMG) (Velocidade Utilizada)

A velocidade em que você esta navegando em direção ao destino.

Waypoint (Ponto do Caminho)

Uma localização especifica que foi salva na memória do receptor.